segunda-feira, 20 de abril de 2009

1993/94 - Benfica 1 - União da Madeira 0


Um jogo que parecia meio atado para os lados do Benfica é de repente resolvido por um golo de Rui Costa, um misto de colocação no remate e o que em português técnico se define como "uma paia descomunal", colocando colado ao chão um desaparado Zivanovic, traído pelos seus defesas, ainda que estes se chamassem Marco Aurélio, Dragan ou Germano. Como resultado, a forma benfiquista de estar na vida: um Rui Costa que quase chora ao marcar ao União da Madeira e um Toni que, nas palavras do repórter, agradece aos deuses pelo golo.

1 comentário:

Anónimo disse...

Visite

http://cfuniaomadeira.queroumforum.com/index.php?

http://cfuniao.synthasite.com